Cores na arquitetura

A cor é um dos elementos mais importantes da arquitetura, através dela conseguimos criar ambientes sóbrios, alegres, lúdicos… Entender a importância das cores, e seu poder psicológico sobre as emoções é fundamental para escolhê-las com sucesso.

Quando bem escolhidas, as cores podem gerar bem-estar, elevar a autoestima e reduzir o stress. Isso porque as cores não são só elementos decorativos, as cores são sobretudo elementos arquitetônicos, com a mesma importância da escala, estrutura, vedação, materialidade e luz natural. A cor pode ser associada à Psicologia, Simbolismo ou ao Misticismo.

O uso consciente das cores possibilita combinações incriveis e podem ser geradas através da junção das cores análogas ou cores complemantares.

No ponto de vista físico, as cores podem ainda influenciar o tamanho e formato dos ambientes. As “quentes” (como vermelho e amarelo) dão a sensação de aumentar os objetos, enquanto as “frias” (como o azul e verde) reduzem as dimensões aparentes deles.

Como diz o grande Phillip Stark : “ As cores falam por você.”

Vamos às cores?

AZUL: Transmite a sensação de positividade, confiança e segurança. É frequentemente utilizada em espaços comerciais e/ou de negócios, como agências bancárias, escritórios e empresas. Cor apropriada para usar em quartos ou em salas onde a intenção seja transmitir sentimentos de paz e tranquilidade, já que, segundo a Cromoterapia, é uma cor sedativa e curativa, ideal para induzir ao sono.

O azul também diminui o apetite, aumenta a criatividade e induz a contemplação.

Nessa cozinha utilizei tons neutros nos móveis e nas bancadas e investi na cor dos azulejos. O azul escolhido, além de embelezar, tem a função psicológica de diminuir o apetite.

A Pantone, que é a plataforma que sugere as cores do ano, acabou de lançar a cor pantone 2020: o classic blue, então, prepare-se para ver muito azul por aí, tanto na arquitetura quanto na moda.

AMARELO: Traz uma ideia de otimismo, curiosidade, jovialidade e ambiente-luz. É considerada uma cor quente, traz a sensação de calor, estimula, ilumina, eleva o ânimo, proporciona vivacidade, está associada ao poder e otimismo.

Nesse projeto apostei no amarelo no quarto do adolescente justamente para elevar o ânimo e proporcionar vivacidade e otimismo.

O amarelo também estimula o apetite, por isso é utilizado frequentemente em espaços comerciais destinados à alimentação. Esta cor deve ser bem dosada, pelo seu elevado grau de luminosidade, pois pode causar desconforto visual.

O amarelo representa o sol, então vale investir nesta cor quando o ambiente for escuros ou sem janelas. Possui um significado simbólico especial por ser ainda a cor do ouro. É a cor mais impressionante de todas!

Está, cientificamente provado, que é o tom mais rapidamente detectado pela visão humana. Justamente por isso, na maioria das cidades do mundo táxis são dessa cor, sendo possível distingui-los mais rápido dos outros carros. Esta cor é a cor da velocidade, dos impulsos. Não é recomendada em exagero pois estimula e muito os sentidos.

VERMELHO: O vermelho é considerado uma cor quente, é excitante, anima, traz confiança, força de vontade e agilidade para tomarmos iniciativas. A cor evidencia energia, excitação, impulso. Por isso, é regularmente empregada em espaços comerciais, como lojas ou fast foods, por exemplo, buscando a ideia de compulsividade e desejo ao consumo.

O vermelho recebeu destaque no projeto dessa boutique. A idéia foi usar o vermelho na dose certa para não carregar e torná-lo pesado e sim, deixar o espaço atraente e convidativo para os clientes, incentivando assim a venda.

Esta cor estimula as emoções, inibe o medo e as preocupações, mas também pode produzir nervosismo. Por ser estimulante e dinâmica deve ser usada com cautela.O vermelho provoca sensações diferentes dependendo do grau de saturação: o vermelho escuro causa impressão de seriedade, autoridade e respeito, e ainda de ostentação ao ambiente;  já o vermelho forte, saturado, é provocante, mas também pode causar a impressão de afeto e estima.

É a cor da vitalidade. A cor do sangue e fogo, representa impulsos. Arquitetura deve ter cuidado com o uso e a proporção das cores primárias. Esta cor é recomendada em áreas de trabalho como uma cozinha. 

VERDE: Verde é a cor que está no ponto de equilíbrio entre claro e escuro, calor e frio. Traz ao ambiente uma sensação reservada e repousante. Simboliza o bem-estar, a saúde, frescor, esperança, segurança, equilíbrio, juventude, tranquilidade e suavidade.

É uma cor equilibrada, rejuvenescedora, estável e natural. Representa a estabilidade, fertilidade, vitalidade. Transmite abundância, natureza, sustentabilidade e possibilidades. Está associada à saúde e a tranquilidade.

Muito usado em franquias saudáveis para relaxar os ambientes e promover a relação com a questão ambiental. Isso é tão efetivo que o próprio Mcdonald’s está trocando gradativamente a sua paleta de cores de vermelho para verde, devido a nova era onde as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a saúde e meio ambiente.Evoca calmaria, tranquilidade, serenidade e bem-estar. É utilizado com regularidade aos espaços ligados à saúde e tratamento, como hospitais, clínicas, spas, etc.

 

Nesse apartamento o verde foi disposto na dose certa para trazer tranquilidade, vitalidade e fertilidade para a primeira morada de um jovem casal.

 

LARANJA: Como resultado da combinação do amarelo e vermelho, dispõe a ideia de intensidade, criatividade, euforia e entusiamo. Frequentemente empregado aos ambientes criativos, como escritórios, estúdios e escolas. Se utilizado junto ao azul, transmite a ideia de impulsividade junto a confiança, sendo adotado por agências bancárias ou sedes de empresas, por exemplo.

Alegre, amigável, lúdico, estimulante, convidativa e vibrante. Reflete calor, excitação e entusiasmo. É muito ativo, alegre e social. Ex: Muito usada para chamar a atenção, nos remete à visibilidade, como em salva-vidas e nos cones de trânsito.

Nessa sala de estar usei o laranja em pequenos detalhes que fazem a diferença e transmitem a idéia de um ambiente alegre e amigável como solicitou a família.

MARROM: é uma cor que simboliza melancolia, mas também resistência e vigor. Tem relação com tons de terra e como tem relação com muitos materiais naturais, como madeira, lã, couro, é uma das preferidas no âmbito residencial. O marrom é uma boa cor para atividades que exijam concentração, como bibliotecas e escritórios.Transmite ainda sensação de sobriedade, conforto e austeridade. Dependendo da tonalidade, pode ser acolhedor ao ambiente.

Nos ambientes, dá a impressão de algo sólido, seguro e calmo. Também pode ser associada a ideias de natureza, rusticidade, estabilidade, estagnação, peso e aspereza. É a cor da estabilidade quando usada no seu estado natural como nos móveis. Transmite uma energia positiva.

Neste hall de entrada fiz uso da madeira com o intuito de trazer calma, segurança e aconchego.

PRETO: O preto é uma cor sofisticada e imponente, muito associada ao poder e ao luxo. Possui a propriedade física de absorver quase todos os raios luminosos que incidem sobre ele, por isso pode literalmente esquentar o ambiente e pedem uma iluminação mais intensa.Pode transmitir a sensação de seriedade e prudência, mas combinado com outras cores, traz uma sensação alegre. Em ambientes, sugere precisão, firmeza e sobriedade, expressando responsabilidade, além de dar maior pesadez às formas e volumes.

Nesta sala de reuniões a sobriedade e firmeza foram bem  representadas pelo uso do preto no painel, nas cadeiras e nos quadros.

BRANCO: É a síntese de todas as cores. Uma cor que transmite paz e é muito associada à higiene e limpeza (saúde). Em ambientes, transmite leveza e amplidão espacial, sendo eficaz em locais pouco iluminados. Pode ser utilizada no exterior dos edifícios para manter a temperatura interna agradável (máxima reflexibilidade).

Na Arquitetura e Decoração, o branco pode ser usado como cor neutra mas também para dar uma ideia de pureza, inocência, reverência, paz, simplicidade e esterilidade. Realça todas as cores. Pode fazer com que elas ganhem luminosidade e vida. Um ambiente todo branco, porém, pode dar a sensação de falta de força e profundidade.

Um banheiro que transmitisse limpeza, conforto e beleza, foram as solicitações do cliente, para isso, o branco entrou como ator principal e o resultado agradou a todos.

...

Você já ouviu dizer  que é preciso “colorir a vida para poder ser feliz”? A estatística aponta que nos lugares onde o inverno dura seis meses e o entorno é descolorido, os índices de depressão e suicídio são maiores. Cerca de 10% da população de países com invernos rigorosos como por exemplo Europeus e Norte Americanos desenvolvem depressão. Já em países com temperaturas amenas no inverno, como o Brasil, o mal atinge apenas 1% da população.

Então, vamos dar cor aos nossos espaços de forma correta e bem elaborada? Você conhecia todas essas variantes das cores? Espero que tenha gostado desse tema. Até o próximo!